quinta-feira, 9 de junho de 2011

Parcerias, amizades, livros e afins

Hoje vou postar uma coisinha aqui que eu venho há dias pensando. Não tem muito a ver com a obra em si, mas como ela surgiu. É uma postagem que será publicada em todos os meus blogs, portanto, sintam-se à vontade para visitarem todos e comentarem...

Certa manhã, nesta semana, eu sentei-me em frente a árvore que figura o
capítulo 13 de "Ariane" e uns 3 capítulos de "Alz Gaia: Príncipe
Valentim". Senti o vento da manhã, vi pessoas passando, senti a grama e
as formigas me mordendo... Pensei em tudo, em cada coisa que fez mudar
minha vida... Lembrei-me de minha vida até aquele presente momento...
Chorei, admito... Eu perdi muita coisa que amava: minha família se
despedaçou, meus amigos mais valorosos foram embora, meus amores, minha
namorada mais recente... Aí vem a depressão... A falta de fé...

Mas,
o que nunca me abandonou? A literatura! Ela sempre esteve em todo o
curso de minha vida... Não porque ela faz parte de mim, mas porque eu
faço parte dela... Por isso, não abandonarei jamais esta companheira que
já me deu tantas alegrias, tristezas, surpresas, amigos e filhos, os
meus livros. Vai ser difícil, eu sei...

Enfim, não estou bem
ainda, pois perder um garnde amor nos machuca, sobretudo quando ambos
ainda se amam, mas é preciso enxugar as lágrimas ou não deixá-las cegar
sua visão. É preciso aguentar a dor e caminhar, rumo aos seus sonhos... A
dor pode ser insuportável, mas teremos que suportá-la... A caminhada é
longa, e há muitos caminhos a seguir...

sábado, 16 de outubro de 2010

 


 Se hoje estou aqui escrevendo, em grande parte devo a Deus, que me deu o dom da escrita, e a amigos que conheci no decorrer de minha caminhada literária. Esta postagem, amigos, é para cada um de vocês que aqui destaco:

ALFER MEDEIROS

Sabe aquele cara que é gente boa, critica o que deve ser criticado e ajuda quando mais precisamos? Bem, este cara é Alfer Medeiros, autor de Fúria Lupina, parceiro no Projeto Se7e Visões e meu padrinho literário, pois foi graças a ele que hoje Ariane tem uma editora, pois o cara pegou os arquivos de mostrou a uma amiga que estava montando uma editora.

Deu altas dicas sobre literatura, foi paciente e me ajudou, além de ajudar outros na mesma situação que eu.

Pô, valeu, meu amigo! Espero um dia poder retribuir uma parte e tudo o que você fez por mim.


 PAUL LAW

Outro cara muito gente boa, um divulgador de novos autores. Nossa amizade iniciou-se no Bookess  e se estendeu a Orkut e afins.

Ele deu notícias antes mesmo de eu ter certeza, o que sempre se confirmou e sempre se empolgou com pequenos progressos de muitos caras que sonham ser escritores.

Talvez isso explique o fato de se autodenominar "menino grande".

Sucesso a você e a Ester e tantas outras obras que estão por vir.




RENATO DIECKSON

 Fundador da RHS Editora, escritor e poeta, um amigo que me apoiou em alguns momentos, aconselhou-me e coisa e tal.

Desejo a você todo o sucesso do mundo com seus projetos e que um dia possamos fazer uma boa parceria em algum projeto, certo?







ERIC MUSASHI

Autor de Os Herdeiros dos Titãs e tantos outros livros, é a terceira pessoa no mundo literário com quem fechei parceria, o que vai resultar numa fantasia científica.

O bacana é que aqui um ajuda o outro, um aponta o que o outro deve ou não fazer, surgindo sempre conversas longas e produtivas a ambos os lados.

Sucesso, amigo!


DANIEL RODRIGUES

Ele não escreve, mas é um grande leitor.

Se não fosse este cara, eu não teria hoje Ariane, pois a teria queimado numa crise depressiva.

 Sempre me aconselhou e me ajudou.

De todos os que aqui cito, é o único que é um irmão.






GLEICIANE DOS SANTOS

A única pessoa que pode se orgulhar (ou se lamentar, nem sei) de ter lido quase tudo o que escrevi, ler minhas ideias ainda brutas e recém-produzidas.

Ela me orienta e me pede um livro romântico, este o qual já prometi escrever.

Beijos, minha amiga do peito!


HAYANE DE SOUZA

A única escritora de fantasia que encontrei na cidade que moro. 

Foi encanto na hora, pois estava quase desanimando em escrever. 

Foi a segunda parceria literária que formei.

Estamos escrevendo juntos a tetralogia Efeito Lunar.

 

 

 

 

 

Para quem não citei os nomes, peço desculpas, mas estas pessoas são as que mais me ajudaram em momentos muito críticos. Os demais são importantes a seu modo e espero que não fiquem chateados (tarde demais).

 

Alec Silva

Nenhum comentário: