sábado, 16 de outubro de 2010

Quem Sou?

Alec Silva é o pseudônimo de Alex Silva Dias, escritor, poeta e dramaturgo baiano, nascido no dia 26 de julho de 1991, em Morro do Chapéu.
Muito antes de eu aprender a ler e escrever, criei um gosto peculiar pelas pela literatura, sempre me fascinando pelas letras em embalagens de produtos. Quando aprendi a ler, passei a rabiscar em papéis, tentando compor poesias e criar contos. Eu costumava assistir a um filme e tentar recriar a ideia central.
Lentamente fui desenvolvendo grandes e importantes progressos, criando peças teatrais para trabalhos escolares, coletâneas de quase três centenas de poesias e uma novela infanto-juvenil baseada em “Jurassic Park”, cujo título era “Em Busca do Tesouro Perdido de Dino World Park”, culminando na criação de “Ariane”, em 2007.
De 2007 para cá eu já tenho um acervo de obras escritas a mão, de contos a poesias, de novelas a romances, de autoajuda a fábulas, incluindo o imenso “Ciclo da Virtude”. Já participei de alguns concursos literários, como o Prêmio Alquimia das Letras (2009), classificando-me como “Neófito da Ordem”, com 77,4 pontos, mas não pude participar da antologia por problemas financeiros na época; o Concurso Literário Falando de Amor (2010), realizado pela Editora Casa do Novo Autor, na categoria poesia; e a antologia Pontes Culturais (2010), realizada pelo Intercâmbio Internacional Pontes Culturais, lançado em Frankfurt, como participação especial.
As minhas inspirações literárias iniciais vieram de Monteiro Lobato, Júlio Verne, Robert Louis Stevenson e José de Alencar, com a obra “Senhora”; em seguida aparecem William Shakespeare, Mary Shelley, Bram Stoker, C. S. Lewis e H. G. Wells. Todos esses autores têm alguma influência em minha literatura, em meu modo de escrever e de criar histórias, pois eles fizeram críticas ao meio social em que viveram e eu, como um amante da Filosofia, procuro fazer o mesmo.
Sonhador e romântico, cada livro meu transmite algo valiosos para o leitor, que não é apenas um mero leitor, mas também um grande amigo que merece ler bons livros.
Eu posso me resumir em uma única frase, dita por Toni Morrison: "Se há um livro que você quer ler, mas não foi escrito ainda, então você deve escrevê-lo."

Nenhum comentário: